Livromania

Saturday, December 25, 2004

Saber Viver a Vida

...é como uma pedra preciosa, você tem cavar bem fundo no interior da terra para poder adquiri-la... e quando são encontrada é apenas uma pedra rústica, apenas um pedaço de carbono transformado em cristal duro, E quando lapidado e removido todas as usas impurezas, se rasforma em uma gema pura com capacidade de refletir luz...
E a sabedoria de viver é como o diamante... que tem a capacidade de brilhar no escuro com o mínimo de luz que consegui absorver... É por isso que o diamane passou a ser o símbolo do Amor... e quando é presenteado a alguém que se ama, simboliza que aquele amor, será preservado por toda eternidade...

...do livro "O Guardião do Diamante Sagrado"
(Que Falou com Deus.)

O Medo de Viver a Vida

...a vida passa tão rápido diante de nossos olhos que nós nem percebemos que ela passou.
quando somos jovens cometemos tantos erros graves que as vezes nos atrapalha de vivermos as coisas que são reais.
quando ficamos velhos, apendemso com a natureza a sabedoria das águias de exergar de longe as coisas que são verdadeiras, mais são tantas as nossas limitações que quase é impossivel de vive-las.

por isso que não podemos deixar que o medo nos impeça de usufluirmos a a passagem do tempo, e nem bloqueie as realizações d nossos planos.
porque o medo é um freio que impede de vivermos a vida, e um obstaculo que dificulta a realizações dos nosssos sonhos...

...do livro "O Guardião do Diamante Sagrado"
(Que Falou com Deus.)

Friday, December 24, 2004

Meu e-mail

http://www.lsvalter@bol.com.br/
http://livromania.blogs.sapo.pt/

Paulo Coelho

Pergunta:
Como compreender a linguagem dos sinais?
Resposta:
A linguagem dos sinais é a nossa maneira individual de conectar-se com Deus. Para aprender esta linguagem, é preciso desenvolver a intuição. Para desenvolver a intuição, é preciso não ter medo de errar

Literatura

O escritor está sempre trabalhando em um livro, mesmo quando não está escrevendo. (Antônio Callado)
Eu não penso, por isso consigo escrever. (Plínio Marcos)

Um livro é como uma janela. Quem não o lê, e como alguém que ficou distante da janela e só pode ver uma pequena parte da paisagem. (Kahlil Gibran)

Nunca entendi como dois homens podem ser juntar para escrever um livro. Para mim, é como precisar de três pessoas para produzir um filho (Evelyn Waugh)

Gibran Biografia

~ Uma Biografia ~


Seu nome completo é Gibran Kahlil Gibran. Assim assinava em árabe. Em inglês, preferiu a forma reduzida e ligeiramente modificada de Khalil Gibran. É mais comumente conhecido sob o simples nome de Gibran.

1883 - Nasceu em 6 de dezembro, em Bsharri, nas montanhas do Líbano, a uma pequena distância dos cedros milenares. Tinha oito anos quando, um dia, um temporal se abate sobre sua cidade. Gibran olha, fascinado, para a natureza em fúria e, estando sua mãe ocupada, abre a porta e sai a correr com os ventos. Quando a mãe, apavorada, o alcança e repreende, ele lhe responde com todo o ardor de suas paixões nascentes: "Mas, mamãe, eu gosto das tempestades. Gosto delas. Gosto!" (Um de seus livros em árabe será intitulado Temporais).

1894 - Emigra para os Estados Unidos, com a mãe, o irmão Pedro e as duas irmãs Mariana e Sultane. Vão morar em Boston. O pai permanece em Bsharri.

1898/1902 - Vota ao Líbano para completar seus estudos árabes. Matricula-se no Colégio da Sabedoria, em Beirute. Ao diretor, que procura acalmar sua ambição impaciente, dizendo-lhe que uma escada deve ser galgada degrau por degrau, Gibran responde: "Mas as águias não usam escadas!"

1902/1908 - De novo em Boston. Sua mãe e seu irmão morrem em 1903. Gibran escreve poemas e meditações para Al-Muhajer (O Emigrante), jornal árabe publicado em Boston. Seu estilo novo, cheio de música, imagens e símbolos, atrai-lhe a atenção do Mundo Árabe. Desenha e pinta numa arte mística que lhe é própria. Uma exposição de seus primeiros quadros desperta o interesse de uma diretora de escola americana, Mary Haskell, que lhe oferece custear seus estudos artísticos em Paris.

1908/1910 - Em Paris. Estuda na Académie Julien. Trabalha freneticamente. Freqüenta museus, exposições, bibliotecas. Conhece Auguste Rodin. Uma de suas telas é escolhida para a Exposição das Belas-Artes de 1910. Nesse ínterim, morrem seu pai e sua irmã Sultane.


- Busto de Gibran no jardim do Museu Gibran, em Bsharri, Líbano.

1910 - Volta a Boston e, no mesmo ano, muda-se para Nova York, onde permanecerá até o fim da vida. Mora só, num apartamento sóbrio que ele e seus amigos chamam As-Saumaa (O Eremitério). Mariana, sua irmã, permanece em Boston. Em Nova York, Gibran reúne em volta de si uma plêiade de escritores libaneses e sírios que, embora estabelecidos nos Estados Unidos, escrevem em árabe com idênticos anseios de renovação. O grupo forma uma academia literária que se intitula Ar-Rabita Al-Kalamia (A Liga Literária), e que muito contribuiu para o renascimento das letras árabes. Seus porta-vozes foram, sucessivamente, duas revistas árabes editadas em Nova York: Al-Funun (As Artes) e As-Saieh (O Errante).

1905/1920 - Gibran escreve quase que exclusivamente em árabe e publica sete livros nessa língua: 1905, A Música; 1906, As Ninfas do Vale; 1908, Espíritos Rebeldes; 1912, Asas Partidas; 1914, Uma Lágrima e um Sorriso; 1919, A Procissão; 1920, Temporais. (Após sua morte, será publicado u m oitavo livro, sob o título de Curiosidades e Belezas, composto de artigos e histórias já aparecidas em outros livros e de algumas páginas inéditas).

1918/1931 - Gibran deixa, pouco a pouco, de escrever em árabe e dedica-se ao inglês, no qual produz também oito livros: 1918, O Louco; 1920, O Precursor; 1923, O Profeta; 1927, Areia e Espuma; 1928, Jesus, o Filho do Homem; 1931, Os Deuses da Terra. (Após sua morte serão publicados mais dois: 1932, O Errante; 1933, O Jardim do Profeta.) Todos os livros em inglês de Gibran foram lançados por Alfred A. Knopf, dinâmico editor norte-americano com inclinação para descobrir e lançar novos talentos. Ao mesmo tempo em que escreve, Gibran se dedica a desenhar e pintar. Sua arte, inspirada pelo mesmo idealismo que lhe inspirou os livros, distingue-se pela beleza e a pureza das formas. Todos os seus livros em inglês foram por ele ilustrados com desenhos evocativos e místicos, de interpretação às vezes difícil, mas de profunda inspiração. Seus quadros foram expostos várias vezes com êxito em Boston e Nova York. Seus desenhos de personalidades históricas são também célebres.

1931 - Gibran morre em 10 de abril, no Hospital São Vicente, em Nova York, no decorrer de uma crise pulmonar que o deixara inconsciente.


Poesias de Gibran

A borboleta continuará a pairar sobre o campo e as gotas de orvalho ainda brilharão sobre a relva quando as pirâmides do Egito estiverem destruídas e não mais existirem os arranha-céus de Nova York.

Do Casamento


Aqui o Amor começa a traduzir a prosa da Vida em hinos e cânticos de louvor, com música que é preparada à noite para ser cantada durante o dia. Aqui a força do amor despe-se dos seus véus, e ilumina todos os recessos do coração, criando uma felicidade que só é excedida pela da Alma quando se encontra com Deus.

O casamento é a união de duas divindades para dar nascimento a uma terceira na terra. É a união de duas almas num amor tão forte que possa abolir qualquer separação. É aquela superior unidade que junta as metades antes separadas, de dois espíritos. É o elo de ouro de uma cadeia cujo começo é um olhar, e cujo fim é a eternidade. É a chuva pura que cai de um céu perfeito para frutificar e abençoar os campos da divina Natureza.

Assim como o primeiro olhar entre os que se amarão é como uma semente lançada no coração humano, e o primeiro beijo de seus lábios uma flor nos ramos da árvore da vida, também a união de dois amantes pelo casamento é como o primeiro fruto da primeira flor daquela semeadura.

Escrever um Livro

Eu estou com uma ideia de escrever um livro,
ja estou com uma parte da materia ja concluida.

Se trata de um romance, uma historia de ficção,
sobre um jovem ( Erick) que tenta descobrir o segredo da vida.
E suas anciedades são antas que ele chega a sonhar
sobre esse assunto, e neste sonho ele entra em contato
com um mensageiro ( anjo),
e esse mensageiro manda ele procurar o mais puro
diamante que existe no mundo...

Ele acorda e começa uma loucura na sua vida,
sem saber se foi um sonho, ou uma visão
ou foi uma resposta a sua oraçao...

Eu gostaria de entrar em contato com pessoas
que tambem esteja pensandso em escrever um livro,
pela primeira vez, para trocarmos algumas informações
mailto:.lsvalter@bol.com.br